O GUIA DO

Qual a melhor idade para a criança começar a tocar um instrumento?

In Educação on junho 27, 2018 at 11:20 am

RODRIGO responde: Especialistas afirmam que, a partir dos três anos, meninas e meninos já pode ser expostos à música, para conhecer ritmo e melodia e se familiarizar com os instrumentos. Até os cinco anos, conforme apontam linguistas, musicólogos e palpiteiros em geral, a criança é como uma esponja: absorve todo tipo de informação e se alimenta de partículas suspensas na água. Os psicopedagogos alertam, porém, que uma pressão excessiva pode levar à frustração e ao desinteresse.

O que parece ser consenso é que, quanto mais cedo a criança começa a tocar instrumentos, maior o risco de burnout. Um estudo realizado na Universidade de Tamino identificou casos de esgotamento físico e mental em 87% das famílias com crianças de três a cinco anos que praticavam música em casa pelo menos três vezes por semana.

Felizmente a maioria das mamães e papais (e avós) conseguiu se recuperar em pouco tempo.

Como evito que meus filhos sumam com coisas minhas?

In Família on abril 1, 2018 at 6:19 am

RODRIGO responde: Uma das primeiras habilidades que as crianças desenvolvem, logo depois de sorrir e mexer no pezinho, é sumir com objetos importantes. E elas se aprimoram com o tempo. Está atrasado e não encontra a chave do carro? Precisa do pen drive com a única cópia do contrato milionário que sua empresa vai ia assinar? Não acha o brinco da sua amante amiga da aula de reiki? BOA SORTE.

Felizmente existem várias estratégias para evitar esses imprevistos. Uma opção óbvia é conversar. Explique que eles só devem mexer com brinquedos, fios elétricos e tesouras, nunca com algo que pareça importante, como o controle do seu videogame. Outra providência bastante efetiva é colocar um dispositivo de choque em qualquer objeto importante para você.

Um estudo da Universidade Al Akhawayn, porém, chegou a uma conclusão surpreendente. Aparentemente, a melhor maneira de não perder suas coisas é colocá-las no lugar certo, em vez de jogá-las em qualquer canto.

É verdade que criar um filho pode custar até R$ 2 milhões?

In finanças on novembro 20, 2017 at 2:04 am

RODRIGO responde: Um estudo da empresa Invent deixou muitos pais e mães (e candidatos a) preocupados. A conclusão que mais chocou é a de que, em famílias de renda alta, acima de R$ 25 mil, os gastos com a criação de um filho até os 23 anos podem passar de R$ 2 milhões.

Ninguém acreditou, mas é a mais pura verdade: existem pais que criam os filhos até os 23 anos de idade.

A principal despesa, segundo o estudo, é com educação – uma conta de quase R$ 500 mil. Porém, há outros itens consideráveis, como “brinquedos e tecnologia”, que podem consumir quase R$ 200 mil ao longo da vida do nenezinho da classe A.

Como evitar esses gastos? As consultorias financeiras sugerem diferentes métodos de acordo com o perfil de risco do indivíduo: vasectomia e ligadura de trompas (conservador), camisinha e pílula (moderado) e coito interrompido (arrojado).