O GUIA DO

Archive for outubro \21\UTC 2013|Monthly archive page

Minha filha de 2 anos fica muito assustada com os trovões em dias de chuva. Que devo fazer?

In Psicologia on outubro 21, 2013 at 10:03 pm

RICARDO responde: Desde os primórdios, a humanidade se assusta com raios e trovões. As coisas só começaram a melhorar quando entendemos o que os raios realmente são (e as estatísticas mostraram que pouca gente morre fulminada por eles).

A solução, então, é explicar para sua filha que um trovão é o barulho provocado por um raio – e que o raio é uma descarga elétrica entre duas nuvens (ou uma nuvem e a terra) provocada pela ionização das nuvens (efeito de seu atrito com o ar).

Depois disso, ela deve parar de sentir medo.

Meu filho de um ano come 350 gramas por refeição. É muito?

In Alimentação on outubro 17, 2013 at 8:23 pm

RODRIGO responde: Supondo que seu filho tenha 9 kg, isso significa que ele come cerca de 40 gramas para cada quilo, o que, projetado para um adulto de 70 kg, daria um pratinho light de 2,72 kg. Então, a resposta à sua pergunta, obviamente, é… não!

Calma nessa hora. Os bebês comem muito, mas também crescem muito. Uma criança que nasce com pouco mais de 3 kg dobra de peso até os seis meses e triplica até o primeiro aniversário. Além disso, ao contrário de você, seu filho não passa o tempo todo estressado e sentado na frente do computador. Ele engatinha (ou anda) para lá e para cá, brinca, mama; ou seja, é feliz e ativo. As calorias e nutrientes, portanto, são muito bem-vindos.

Por que às vezes tenho a impressão de que meu filho está me sacaneando?

In Psicologia on outubro 10, 2013 at 5:11 pm

RODRIGO responde: Quem nunca passou por essa situação? O filho segura um fio e faz menção de levar o plugue à boca. O pai, ao longe, grita: “Não!”. Ele para, olha para o plugue, ri, olha para o pai, ri… A história quase sempre termina com o pai correndo e a criança com três pinos na boca se perguntando porque o notebook não liga.

E tem o bebezinho que, num momento de distração da mamãe, engatinha graciosamente até a beira da cama. A mãe vê e, com o coração na boca, vai se aproximando, pé ante pé, com todo o cuidado do mundo, bem a tempo de… ver o neném dar um triplo mortal e voar de boca no chão.

Ou a clássica. O casal atrasado para um casamento se lembra de que não troca o bebê há 18 horas. Enquanto o pai chama o elevador, a mãe corre até o quarto, só para se dar conta de que a fralda megasectouchconfort está intacta. Já no carro, cruzando o portão da garagem, um delicado aroma se espalha e o filhote parece subir dois ou três centímetros na cadeirinha…

A essa altura você provavelmente já percebeu que a resposta à pergunta é óbvia.

Ele está te sacaneando.

Minha filha de três anos ganhou da tia um CD da Annita. O que fazer?

In Cultura on outubro 1, 2013 at 6:57 pm

RODRIGO responde: Infelizmente, a maioria dos parentes é completamente desprovida de noção, o que resulta em presentes desse tipo: música enlatada, destituída de qualquer valor artístico e reprodutora de rótulos anacrônicos e desrespeitosos. Sua filha pode não entender agora, mas a única saída é, sutilmente, obrigá-la a ouvir pequenas obras-primas adequadas à sua idade. Tente, por exemplo, Os Saltimbancos ou A Arca de Noé. Ou alguma das belas atualizações de cantigas tradicionais lançadas nos últimos anos. Há ainda, sempre, as opções da música clássica e do jazz.

Guarde o disco da Annita para ouvir no carro indo para o trabalho.