O GUIA DO

Solto muito palavrão: como evitar que meu filho repita?

In Educação on julho 5, 2014 at 7:19 pm

RODRIGO responde: Não é novidade que os cérebros das crianças são como esponjas, portanto, não adianta torcer para que ele não copie os turpilóquios que você diz. A melhor estratégia é se condicionar a usar versões suavizadas – “vai tomate cru” e “filho da truta” são ótimas no segmento alimentício – ou alternativas mais polidas como “pombas”, “droga” e o meigo “eita-ferro”. Se não funcionar, não se preocupe em excesso. Num instante, seu filho vira adulto, e ninguém mais vai achar feio ele mandar todo mundo para a puta que pariu ponte que partiu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: