O GUIA DO

Archive for outubro \31\UTC 2014|Monthly archive page

Devo fazer um perfil no Facebook para meu filho de três anos?

In Vida Social on outubro 31, 2014 at 2:31 am

RODRIGO responde: A primeira questão não é saber se deve, mas se pode. Isso mesmo: o Facebook é restrito a usuários de no mínimo 13 anos. Superada a etapa de adicionar dez anos à idade do moleque, é inegável que a rede social oferece vários atrativos para uma criança de três anos, como jogos viciantes, contato com todo tipo de gente perturbada e exposição a vídeos e memes completamente inúteis. Pensando bem, tente oferecer uma atividade mais saudável e segura ao menino. O meu gosta de acender a churrasqueira.

Afinal, posso ou não levar minha filha de 2 anos para votar comigo?

In Burocracia on outubro 21, 2014 at 2:41 am

RODRIGO responde: Não existe nenhuma proibição direta à presença de crianças com o pai ou a mãe na cabine de votação. Mas, segundo relatos, alguns tribunais regionais eleitorais decidiram por conta própria vetar as perigosas companhias para não pôr em risco o sigilo do voto. Além disso, dizem, os mesários podem determinar a separação. Em todo caso, leve a bolsa completa da menina e, se quiserem “tomar conta” dela enquanto você vota, aproveite e peça para darem a frutinha e trocarem a fralda também. Exija o verdadeiro estado babá.

Qual é o tipo de presente ideal para o Dia das Crianças?

In Compras on outubro 11, 2014 at 5:45 am

RODRIGO responde: Tudo depende do ponto de vista. Muita gente acha que é preciso priorizar as opções educativas: celular, tablet ou Play Station 4. Há quem prefira os presentes mais baratosartesanais. Pais conscienciosos podem pensar em guardar o dinheiro para a faculdade – e também numa boa maneira de explicar isso à criança. Mas o presente ideal mesmo é apenas estar presente. Com o iPhone 6, claro.

Meu filho não desgruda de mim. O que fazer?

In Psicologia on outubro 9, 2014 at 1:42 pm

RODRIGO responde: Existem dezenas de métodos mais ou menos científicos para resolver esse problema. Se tiver uma banheira grande, despeje água quente, até a metade, e mergulhe com seu filho – em cerca de cinco minutos deve fazer efeito. Técnicas mais diretas envolvem aplicação de produtos como acetona, removedor de esmalte ou WD-40. A cirurgia é indicada apenas em casos extremos. Se for paciente, aguarde a adolescência, quando ele deve desgrudar naturalmente. De todo modo, ao persistirem os sintomas, procure orientação médica.