O GUIA DO

Archive for novembro \22\UTC 2014|Monthly archive page

Posso criar meu filho como vegetariano?

In Alimentação on novembro 22, 2014 at 2:03 am

RODRIGO responde:O tema é polêmico. A ausência de proteína animal na dieta pode levar a uma carência de ferro, cálcio e vitamina B12. Outros alimentos suprem os dois primeiros tranquilamente, mas a B12 só com suplemento mesmo. De qualquer modo, equilibrando o resto da alimentação, a criança pode se desenvolver normalmente. Ou não: há nutricionistas que consideram a carne indispensável. A coisa fica mais complicada se a intenção for criá-lo como vegano – o que exclui do cardápio, além da costela assada na vala e do rack de carneiro, aquela deliciosa gemada do cardápio. A parte mais complicada mesmo, porém, é para os pais, que precisam dar o exemplo. E passar a infância inteira do garoto comendo coxinha escondido na área de serviço é meio esquisito.

Quantos minutos de TV meu filho pode ver por dia?

In Lazer, Saúde on novembro 13, 2014 at 12:08 pm

RODRIGO responde: Embora tenha perdido o posto de babá eletrônica para o celular, a TV continua sendo uma máquina de fazer louco, como disse Stanislaw. Estudos já demonstraram que tempo demais diante da televisão prejudica a concentração, a memória e mais alguma coisa… Pesquisadores também sugerem que a TV engorda, incentiva a violência e pode levar ao desenvolvimento precoce da sexualidade. Em ambientes mal iluminados, prejudica a visão, pelo contraste excessivo com a luminosidade da tela. Por tudo isso, é preciso, sim, impor um limite diário ao tempo de TV: 1.440 minutos.

Quanto tempo pode durar um choro de recém-nascido?

In Conforto on novembro 8, 2014 at 11:19 pm

RODRIGO responde: Há registro de um bebê malaio, de um mês e meio, que chorou por 35 dias e 35 noites ininterruptamente. Mas, em geral, o que define a duração dos berros é um critério simples: o neném perceber ou não que os pais estão perdendo o controle. Quanto mais fora de si você parecer, mais ele vai chorar, pode ter certeza. Portanto, numa situação desse tipo, vale seguir a tradição: o melhor a fazer é não fazer nada. Vencida a tormenta, se você ainda tiver pais vivos, ligue para eles. E chore.